(11) 2626-2637 | (11) 96128-2637
Administrativo

O objetivo principal de um plano de gestão escolar é ter o direcionamento em relação a todas as ações que serão tomadas dentro de um período determinado. Em outras palavras, essas definições devem ser documentadas para orientar todos os procedimentos e as metas no decorrer do tempo.

Antes de qualquer coisa, vale lembrar que esse plano pode e deve ser participativo, ok? Sendo assim, envolva colaboradores, pais e alunos no processo a fim de obter melhores resultados. Dito isso, que tal conferir o que fazer para elaborar esse plano e como colocá-lo em prática? Continue com a gente e confira!

Faça o mapeamento de todas as ações

Embora o plano de gestão escolar diga muito sobre as diretrizes — objetivos e direções gerais —, também é importante que haja o detalhamento das ações. O planejamento envolve diversas áreas e os procedimentos esperados devem ser registrados, a fim de que o cumprimento deles leve ao alcance da meta.

Sendo assim, além de conter o planejamento estratégico, o documento deve contemplar também as ações, ou seja, ter a parte tática. As ações que vão colaborar para o alcance do objetivo precisam constar. Por exemplo, se o propósito específico das finanças é reter alunos, analise o seguinte: como isso vai ser feito? Em seguida, registre as ações que deverão ser tomadas.

Defina um método de acompanhamento

Indicadores de desempenho são muitíssimo importantes para manter o plano de gestão rodando bem durante todo o período. Afinal, com eles, você vai acompanhar o que está sendo feito e comparar com o que era esperado, tendo condições de analisar os resultados e melhorar o que não estiver satisfatório.

Além de determinar quais são as melhores métricas, há metodologias e ferramentas que podem ajudar você no controle das tarefas do dia a dia. O checklist, por exemplo, é de uso muito simples e pode ser facilmente administrado, ao mesmo tempo que é bastante poderoso. Existe também uma ferramenta chamada 5W2H que também pode ser usada no operacional.

Dê atenção às exigências legais básicas

Lembre-se de que o currículo, a carga horária geral — 800 horas de aula dentro de 200 dias letivos —, a carga horária exigida em disciplinas específicas, entre outros quesitos, deve atender às obrigatoriedades estipuladas no MEC. Por isso, o plano de gestão escolar precisa contemplar esses pontos, certo?

Veja o que o seu plano precisa conter:

  • um panorama sobre o setor;
  • uma análise do cenário de atuação da escola, pontuando o propósito da gestão;
  • os objetivos e metas do PPP;
  • informações sobre a metodologia de ensino;
  • dados do planejamento financeiro, sem deixar de lado a estratégia de captação de alunos e a da inadimplência;
  • quadro com informações sobre equipe de trabalho, alunos e seus responsáveis;
  • calendário administrativo e acadêmico, com o detalhamento das aulas;
  • uma parte para projetos, sejam eles acadêmicos ou pedagógicos;
  • avaliações periódicas (bimestrais ou semestrais, por exemplo);
  • plano estratégico de marketing;
  • ata das reuniões.

A verificação dos pontos, principalmente do currículo, merece atenção, pois alterações são bastante frequentes e a escola precisa prever isso no planejamento, adicionando o que for necessário e, em alguns casos, excluindo o que não é mais vigente.

Use a tecnologia para otimizar processos

Por fim, mas não menos importante: o uso de um software de gestão é imprescindível para automatizar processos e otimizar o seu plano de gestão escolar. Dessa forma, mantendo tudo organizado e a equipe alinhada em um “modus operandi” dinâmico e ágil, sem repetições e retrabalhos, é simples manter a comunicação fluida e a mente coletiva focada.

Conforme você viu neste artigo, é essencial desenvolver um plano de gestão escolar. Isso pode ser conseguido com a ajuda do mapeamento das ações que deverão ser realizadas, dando a devida atenção às exigências legais e recorrendo a um bom software educacional.

É bom se manter a par das melhores práticas acerca do gerenciamento escolar, concorda? Portanto, atualize-se sempre: comece assinando a nossa newsletter e receba conteúdos excelentes sobre o assunto em primeira mão!

0