Geral

5 perguntas que você precisa fazer a pais e alunos durante a captação

perguntas que você precisa fazer a pais e alunos

Quais perguntas que você precisa fazer a pais e alunos durante a captação? Provavelmente, sua instituição deve seguir um padrão, com perguntas pré-definidas, certo?

É importante, porém, de tempos em tempos, rever essas perguntas, saber se elas ainda condizem com os objetivos da escola e, sempre que necessário, atualizá-las. 

Existem, ainda, perguntas que você precisa fazer a pais e alunos que são fundamentais e devem fazer parte de todo processo de captação

5 perguntas que você precisa fazer a pais e alunos durante a captação

A escolha de uma instituição de ensino é um processo demorado e, em alguns casos, até complexo. Não é como escolher um objeto para comprar ou contratar um outro tipo de serviço. É escolher o local onde o filho vai passar grande parte do seu dia e as pessoas com quem vai conviver. 

A escola deve ser um modelo daquilo que os pais querem para seus filhos. Uma extensão da sua casa, onde as crianças se sentirão seguras e à vontade. Muitos educadores afirmam que, quando o aluno sente saudade da escola, das professoras e dos coleguinhas, é um indicador de que os pais fizeram uma boa escolha.

Claro que não é só isso que vai comprovar a assertividade. E, principalmente, os pais não podem se arriscar a matricular o filho e depois avaliar se acertaram. Eles precisam ter essa certeza desde o início.

Por outro lado, a escola também não pode ficar a mercê da decisão dos pais. A relação deve ser positiva para os dois lados, por isso a instituição também deve avaliar o perfil dos pais e alunos. O objetivo é atrair públicos que estejam alinhados com a sua proposta. Evitando investir tempo e dedicação em famílias que estão procurando por outros modelos. 

A seguir, veja quais são as perguntas que você precisa fazer a pais e alunos durante a captação para chegar até o seu público ideal. 

1. Qual a localização da residência e trabalho da família?

Por que essa informação está entre as perguntas que você precisa fazer a pais e alunos? A distância percorrida, diariamente, para levar a criança até a escola pode causar uma transferência no futuro. 

A escola deve estar no caminho dos trajetos que a família faz com maior frequência ou próximo dos locais que os pais passam mais tempo, como a casa ou o trabalho.

Mesmo com a opção de vans escolares, é importante refletir sobre a rotina da criança. Os pais poderão se deslocar com facilidade caso aconteça alguma emergência na escola? Esses pontos devem ser destacados durante a conversa. 

Alguns pais podem se sentir ofendidos, já que a escola está interferindo em questões pessoais. Para evitar qualquer tipo de mal entendido, deixe claro que a preocupação é com o bem estar do aluno.

Ele pode sofrer com o tempo de deslocamento e até ser transferido no meio do período de aulas se o trajeto se tornar muito desgastante. Duas situações que só abalam o bem-estar da criança.

2. Quais são os valores fundamentais para a família?

A família tende a buscar por uma instituição que compartilham de seus valores. Os valores estão relacionados com religião, tolerância, inclusão, relacionamentos sociais etc. 

Uma família que não defende o ensino religioso dentro da escola não vai escolher uma instituição que tem esse tema em sua grade curricular. Da mesma forma, uma família que tem a religião como sua base, provavelmente, terá interesse em instituições com a mesma visão. 

3. Qual a proposta de ensino esperada?

O Projeto Pedagógico diz respeito à proposta de ensino da escola, sobre o porquê da instituição existir e quais são seus objetivos como comunidade. Alguns pais priorizam o ensino que tem como objetivo fazer o aluno alcançar uma vaga dentro das melhores universidades. Outros querem que seus filhos desenvolvam o senso crítico acima de tudo.

Há também famílias que acham mais importante a criança estar envolvida em diversas atividades extracurriculares. Elas acreditam que, dessa forma, será mais fácil identificar um caminho a seguir. Por isso, uma das perguntas que você precisa fazer a pais e alunos durante uma captação é qual modelo de ensino eles buscam. 

Apresente o Projeto Pedagógico da escola, que deve conter: 

  • A missão da escola, ou seja, o que norteia cada uma das suas ações;
  • As qualidades que a instituição busca nos alunos e no corpo docente, seus valores, etc.;
  • Proposta curricular da escola: o que será ensinado, a metodologia adotada;
  • Planos de ação e projetos (por exemplo, instalação de laboratórios, mudanças na didática, formação de professores), o que a escola fará para alcançar seus objetivos e cumprir sua missão. 

Com essas definições, as famílias terão uma visão clara de como é a proposta de ensino da instituição. 

4. Quais os horários de aula mais adequados?

Existem escolas que oferecem dois turnos de aula para todas as séries. Dessa forma, o pai pode decidir qual o melhor horário para matricular seu filho. Mas, em muitos casos, os horários são determinados e não há como mudar, o que acaba dificultando a rotina de algumas famílias. 

Essa informação é muito importante, por isso uma das perguntas que você precisa fazer a pais e alunos é qual o horário ideal para eles. 

Além disso, algumas famílias optam pelo horário integral, pois eles eliminam algumas preocupações do dia. No período integral, a criança se envolve em diversas atividades, estimula áreas de conhecimento etc. Os pais também não precisam se preocupar com os horários e entrada e saída ou onde as crianças ficarão no período oposto ao da aula. 

Porém, a maioria das escolas oferece essa opção até uma certa idade. Converse com a família e pontue esses fatores. 

5. Quanto pretendem investir? 

Saber quanto a família está disposta a investir em um ensino particular também é importante. A mensalidade deve estar de acordo com o perfil socieconômico da família. Muitas vezes, há toda uma apresentação sobre a escola, seus projetos etc, mas no fim, seus valores não cabem no orçamento da família. 

Por isso, é importante fazer essa análise e apresentar as mensalidades de início. Assim, nenhuma das partes perde tempo ou fica frustrada. 

As perguntas que você precisa fazer a pais e alunos são fundamentais. Com elas, é possível desenhar e entender quais são as expectativas geradas em torno da sua instituição e definir estratégias para atendê-las. 

Leituras recomendadas

10 dicas para reduzir a indisciplina na escola

11 estratégias para otimizar o atendimento na secretaria escolar

Whatsapp no atendimento de escolas: essa ferramenta funciona?