Geral

8 indicadores para avaliar professores da escola

indicadores para avaliar professores

A escola deve investir em um conjunto de fatores para proporcionar um bom ensino para o aluno. Por isso, contar com indicadores para avaliar professores de tempos em tempos é fundamental.  Ter uma infraestrutura modelo, mas não ter um corpo docente que ajude no desenvolvimento do aluno, é falhar no cumprimento básico de toda escola. 

Por isso, neste post, apresentamos 8 indicadores para avaliar professores que toda escola deve utilizar.

Por que as escolas devem usar indicadores para avaliar professores? 

A avaliação dos docentes deve se tornar uma prática frequente no segmento educacional. É por meio dessas avaliações que o gestor ou coordenador pedagógico encontrará falhas nos métodos de ensino e até nos profissionais contratados.

Há diversos casos em que os professores apresentam um currículo incrível, mas no dia a dia acabam não se adaptando com os métodos orientados pela escola. Além disso, o próprio sistema utilizado no ensino pode apresentar falhas que só serão identificadas com uma avaliação.

Após ter as respostas dos indicadores para avaliar professores, os gestores poderão aplicar soluções para corrigir e adaptar o modelo para alcançar o nível que se espera. 

8 indicadores para avaliar professores da escola

O artigo 12 da Lei de Diretrizes e Bases (LDB) diz que é dever da escola “velar pelo cumprimento do plano de trabalho de cada docente”. Ou seja, além de ser importante para garantir o bom desempenho e aprendizagem do aluno, é obrigação da instituição de ensino. 

A avaliação dos professores deve ser feita com base em padrões profissionais. Seus indicadores devem estar relacionados com a prática de ensino, aprendizado do aluno, de acordo com as contribuições profissionais, etc. 

De acordo com um estudo da Universidade de Stanford, na Califórnia, existem sete critérios para ter êxito em uma avaliação de professores. São eles:

  1. Padrões profissionais associados com o ensino;
  2. Apresentar evidências da prática de ensino, da aprendizagem do aluno e das contribuições profissionais;
  3. Os avaliadores devem ser treinados para avaliar e fornecer feedback construtivo e apoiar o processo de aprendizagem dos professores;
  4. O processo de feedback deve ser acompanhado de oportunidades para desenvolvimento profissional;
  5. A avaliação deve incluir medidas que incentivem um trabalho colaborativo dos professores;
  6. Professores experientes devem ser parte do sistema de apoio aos novos docentes e também aos que necessitam ajuda;
  7. Professores e administradores devem estar envolvidos na supervisão do processo de avaliação para garantir que a informação seja útil e de boa qualidade.

Com base nessas premissas, apresentamos a seguir quais os indicadores que a escola deve utilizar. 

1. Cumprimento do conteúdo proposto

O conteúdo proposto no planejamento pedagógico deve ser cumprido totalmente ou em sua maior parte. Considere como um indicador negativo quando o cumprimento atingiu menos de 70% do planejamento. 

2. Relacionamento com todos os membros da instituição

Os membros de uma instituição são todas as pessoas que a frequentam, como pais, alunos e funcionários. Avalie como é o relacionamento do docente com esses agentes. 

3. Capacidade de motivar os alunos

O professor tem que engajar os alunos, fazer com que o conteúdo apresentado em sala de aula não os deixe desmotivados ou desanimados. 

4. Didática

Cada professor tem sua própria didática e isso é um dos fatores que os tornam únicos. Avalie a maneira que o professor transmite seu conteúdo. Analise se ele é capaz de desenvolver formas criativas e diferentes para explicar sobre temas mais tradicionais ou complexos. 

5. Participação geral

O professor é participativo de forma geral? Costuma sugerir ideias, contribui com o processo pedagógico, está sempre se atualizando? Esses pontos também devem ser usados em seus indicadores para avaliar professores. 

6. Satisfação dos pais e dos alunos

Faça uma pesquisa com os pais e alunos para entender qual a opinião deles sobre os professores. A opinião deles será fundamental para a avaliação. 

7. Nível de conhecimento

Assim como em qualquer profissão, os professores também podem se especializar em diferentes áreas de ensino. A profissão também exige que o professor se mantenha sempre atualizado, porém, alguns nunca param de estudar e estão sempre se aprofundando em temas mais específicos. 

O nível de conhecimento de um professor também deve ser considerado como um indicador. É uma forma de medir o interesse que o profissional tem em sua área e quanto tem de propriedade para lecionar nela. 

8. Desempenho dos alunos

O desempenho dos alunos pode ser avaliado a partir das provas e testes realizados dentro da instituição e também com base nas notas do vestibular. Quanto maiores forem esses índices, melhor para a avaliação dos profissionais. 

É importante enfatizar que, independente de aplicar os indicadores que listamos acima, ou não, a avaliação deve ser justa. Além disso, o objetivo deve ser, sempre, melhorar a qualidade do ensino. 

Alguns indicadores para avaliar professores podem influenciar nos resultados, como por exemplo os perfis dos alunos. Escolas que atendem estudantes de diferentes perfis, principalmente sociais e econômicos, podem encontrar variações nos resultados das avaliações. Escolas com perfis mais parecidos terão dados mais equilibrados. 

Por isso, antes de começar uma avaliação, é preciso levar esse ponto em consideração e procurar formas de avaliar que não prejudiquem os profissionais. 

O que fazer depois de avaliar os professores?

Depois de fazer uma análise precisa, usando esses e outros indicadores, a escola deverá ter ou criar um plano de ação com base em melhorias. O primeiro passo desse plano deve ser conversar com os professores e pontuar onde eles foram bem ou não. 

A escola pode criar um tipo de bonificação para quem se sair melhor na avaliação e um programa de desenvolvimento para quem ficou com a menor pontuação. Dessa forma, quem está fazendo um bom trabalho será reconhecido e terá motivação para continuar. Quem não se saiu tão bem não será punido, mas poderá desenvolver as habilidades que precisa. 

Os resultados da avaliação permitirão que a escola crie estratégias e ações para corrigir os erros. Porém, para que os indicadores para avaliar professores retornem com resultados objetivos, é preciso ter tempo para aplicar os testes e analisar os dados. 

O objetivo dos indicadores para avaliar professores é ajudar os profissionais a tornarem seu trabalho cada vez melhor. Por isso, avaliações como essas devem ser usadas como uma fonte de informação para identificar o que precisa ser corrigido, adaptado, sempre buscando melhorias para o ensino. 

Leituras recomendadas

O futuro das escolas: 5 inovações que você precisa conhecer

Modernização para escolas: 11 tecnologias para aumentar a produtividade e qualidade

5 ideias para engajar mais os professores da sua escola