Geral

Evasão de alunos: 5 ideias para sua escola diminuir o número

Evasão de alunos

A evasão de alunos é um problema enfrentado por diversas escolas particulares. Os motivos que levam os pais a mudarem seus filhos de escolas são diversos, mas essa decisão também pode partir do próprio aluno. 

Quando falamos em evasão escolar, pensamos primeiramente no valor das mensalidades, principalmente por causa da crise em que o país está vivendo, com mais de 13 milhões de empregados. É natural que os pais decidam mudar os filhos de escola, pois em grande parte das famílias a educação é a maior despesa da casa. 

Porém, outros motivos como a falta de diversidade no ambiente de escolas particulares também podem fazer com que pais ou alunos queiram trocar de instituição de ensino. Por isso, a escola precisa ser criativa e criar iniciativas que evitem a evasão de alunos. Confira a lista de ideias que preparamos. 

Os sinais da evasão escolar

A evasão de alunos pode ser identificada antecipadamente. Ao identificar os sinais que mostraremos a seguir, a escola deve criar e oferecer alternativas para fazer com que os alunos desistam de deixar a escola. Veja a seguir os principais sinais da evasão de alunos:

1. Falta de interesse no aprendizado

O aluno não demonstra interesse nas aulas, não interage com o conteúdo, não se preocupa em entregar suas atividades, não faz perguntas durante a aula etc. Essas atitudes mostram que o aluno já não está mais interessado. Claro que esses sinais também podem levar a outros tipos de problema. 

Um aluno que está sofrendo bullying, preconceito ou se sentindo rejeitado também apresenta sinais similares. Eles podem estar acompanhados de muitas faltas.

Ainda assim, esse quadro também pode levar a evasão de alunos, com a diferença de que, nesse caso, não é um risco apenas da perda do estudante que cansou daquele ambiente, mas de alguém que está sofrendo dentro dele. 

2. Isolamento

Além de não participar das aulas, não interagir com os professores e outros alunos, o estudante se distancia, tentando ao máximo se isolar. Evita formar grupos para fazer as atividades, senta longe dos colegas na sala de aula, no intervalo procura os locais mais escondidos da escola.

3. Mudança de comportamento

A mudança de comportamento é nítida e acontece tanto com alunos mais agitados, quanto com os mais calmos. Aqueles que são mais tranquilos passam a ter comportamentos mais agitados, podendo ficar até agressivos. Já os alunos mais agitados começam a ficar mais quietos, evitar o contato com os colegas, brincadeiras etc. 

A mudança também é percebida no rendimento escolar, as notas começam a cair e o aproveitamento diminui bastante. 

4. Ausência

O aluno que não tem mais interesse na escola começa a criar situações que o impedem de frequentar as aulas. O número de faltas aumenta, saídas no meio do turno, entre outros pontos que demonstram que o estudante não quer mais fazer parte daquele ambiente.

Outros fatores como a distância, quando o aluno muda de casa ou bairro, também podem levá-lo a se ausentar das aulas. 

5. Atrasos no pagamento das mensalidades

Esse é um indício de que a dificuldade financeira da família causará a evasão escolar. Os pais começam a perceber que não será possível continuar com aquela despesa e começam a atrasar os pagamentos. Quando não encontram saída para confirmar a rematrícula, acabam mudando o aluno para outra escola. 

5 ideias para diminuir a evasão de alunos

1. Acompanhamento psicológico

Alunos que sofrem com bullying, preconceito ou são rejeitados pelos colegas acreditam que a mudança de escola será a melhor solução para se livrar do problema. Infelizmente, a verdade é que situações como essa podem ser comuns no ambiente escolar e a mudança de instituição não resolverá o problema. 

Pelo contrário, o estudante pode chegar em uma nova escola e vivenciar os mesmos problemas. Ele precisa de orientação psicológica para lidar com aquela situação. A escola deve colocar um profissional à disposição dos alunos. Dessa forma, eles poderão conversar sempre que quiserem ou forem encaminhados pelos coordenadores.

Powered by Rock Convert

O psicólogo poderá observar a atitude e o comportamento das crianças para evitar que esse tipo de situação se torne algo tóxico para a vida dos alunos. Além disso, investir em iniciativas que conscientizem todos os alunos fará com que eles entendam os perigos que atitudes discriminatórias podem causar na vida dos colegas. 

2. Acompanhamento pedagógico

É comum que o aluno se distancie quando começa a ter dificuldades para aprender ou entender o que está sendo explicado em sala de aula. Isso acontece principalmente com os alunos muito tímidos ou inseguros. Eles têm vergonha de expor o que consideram uma fraqueza diante de toda a turma. 

Os professores e os assistentes pedagógicos devem ficar sempre alertas e observar os sinais que revelam quem são esses alunos. Após identificados, eles devem ser encaminhados para um acompanhamento pedagógico oferecido pela escola.

Nesse acompanhamento, devem ser identificadas quais são as principais dificuldades de aprendizado do aluno, para que ele desenvolva atividades de recuperação e possa lidar com suas angústias, medos e frustrações. 

3. Diversidade

A evasão de alunos também pode acontecer quando pais e alunos percebem que a escola não é um ambiente diverso. Escolas particulares, principalmente as mais caras, tendem a ter uma predominância de alunos brancos e de alto poder aquisitivo. Esse universo acaba criando alunos que não são capazes de enxergar a diversidade social do país em que vivem. 

Essa realidade incomoda muitas famílias e a solução que eles encontram para mudá-la é colocando os alunos em escolas públicas. As escolas particulares podem diminuir esse tipo de evasão de alunos tornando o ambiente mais diverso. 

oferta de bolsa de estudos é uma forma de trazer outras realidades para o ambiente escolar. A direção pode definir um número de bolsas de estudos para cada turma, a fim de tornar o ambiente mais misto possível. 

4. Inovação e diversão

A escola também deve ser um local divertido, onde as crianças se sentem felizes e animadas em fazer parte. Para evitar que a instituição se torne um local chato e, com isso, diminuir a evasão de alunos, deve-se investir em práticas, atividades, equipamentos e infraestrutura inovadoras

O ideal é que a diversão e o aprendizado se misturem para que o aluno sinta prazer em frequentar aquele ambiente e queira sempre estar ali. 

5. Política de descontos e bolsas de estudos

Talvez um dos maiores motivadores da evasão de alunos seja a questão financeira. A perda de um emprego, a crise na empresa, a doença de um familiar e qualquer outra questão que influencie na economia da casa vai afetar diretamente no aluno. 

Quando a família passa por uma crise financeira, um dos primeiros cortes feitos é com a educação dos filhos. Acontece que, geralmente, a educação é uma despesa alta. 

A escola pode evitar a evasão de alunos que estão passando por esse problema criando políticas de auxílio para esse caso em específico: descontos, bolsas de estudos, seguro-desemprego, negociação de dívidas, entre outros. 

Lidar com a evasão de alunos exige uma reflexão específica sobre cada situação e o desenvolvimento de ações que estejam alinhadas com o objetivo e os valores da escola. As ideias listadas acima podem ser aplicadas para o contexto de qualquer instituição, faça as adaptações que achar necessárias para atender a sua escola. 

Leituras recomendadas: