Mensalidades Escolares

Mensalidade Escolar: 3 ações para definir o valor ideal

Saber administrar a escola é uma questão fundamental para seu negócio sobreviver no mercado. Definir o quanto cobrar pelo ensino é o primeiro passo para equilibrar receitas e despesas, criando uma empresa lucrativa.

Nos trabalhos e contatos que temos com as escolas, deparamos muitas vezes, especialmente nas instituições de pequeno e médio porte, com a preocupação somente com o número de alunos e concorrência, sem saber se estão perdendo receita com os valores praticados de maneira equivocada, e como consequência não atingindo os resultados esperados.

Neste cenário, um aspecto negativo fica bastante claro: a falta de conhecimento. É extremamente importante operar com todas as variáveis financeiras e quantitativas para saber o valor ideal a ser praticado da mensalidade escolar. Qualquer negócio tem um ponto de equilíbrio ou tem superávit, você sabe em qual dessas duas situações a sua escola se encontra?

Valor ideal da mensalidade escolar

O planejamento é a alma de qualquer negócio, e se você ficou com dúvidas com relação a gestão financeira da sua escola é o momento de tomar uma atitude definitiva para definir o valor ideal da mensalidade escolar. Afinal nenhum produto ou serviço lucrativo no mundo tem seu preço “chutado” ou estimado, é preciso exatidão no setor financeiro, pois ele é cruel e não perdoa erros.

Para que sua escola esteja segura e que os valores das mensalidades praticadas estejam corretos, separamos 3 ações indispensáveis para definir o valor ideal da sua mensalidade escolar e ter uma escola lucrativa. Confira!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

#1 Planilha de despesas

Divida sua planilha financeira em grupos para entender exatamente onde sua escola investe mais recursos. Assim, é possível entender exatamente qual é o custo do seu negócio e o quanto ele precisa faturar para ter lucros. Isso certamente irá ajudar a definir o valor ideal da mensalidade escolar. 

Sugerimos a seguinte divisão:

  • Despesas com pessoal;

  • Serviços profissionais (Honorários contábeis, advocatícios e honorários diversos);

  • Despesas gerais;

  • Material didático;

  • Depreciações;

  • Impostos sobre receitas.

#2 Defina a margem de lucro pretendida

Agora que você já conhece quais são as despesas da escola, é importante definir a margem de lucro pretendida. O mercado trabalha com um média de 12% a 15%. Essa margem varia de acordo com o planejamento financeiro da escola, a renda per capta da região e a reputação e autoridade da escola na área de atuação. 

#3 Números de Alunos

Quando falamos em números, a escola geralmente já possui no seu planejamento financeiro a estimativa da quantidade de alunos que tem a capacidade de conquistar e também o número necessário para o negócio ser lucrativo.

De posse dos valores obtidos através da planilha de despesas mais a margem de lucro pretendida, (com parcimônia e planejamento) dividindo pelo número de alunos, não incluindo aqui os bolsistas, teremos o valor da mensalidade.

Uma coisa é certa, se você gestor ou gestora tem dúvidas relacionadas ao valor da mensalidade a ser praticado, procure ajuda de profissionais qualificados e com experiência comprovada na área educacional. Nesse processo a tecnologia é uma ótima aliada. Clique aqui e entenda como um software de gestão escolar pode te ajudar no processo de definição do valor ideal da mensalidade escolar e na gestão financeira do seu negócio.