Administrativo

3 melhores práticas para o seu planejamento pedagógico

O planejamento pedagógico é uma prática de gestão escolar que consiste na avaliação de um conjunto de aspectos (positivos e negativos) relativos ao processo de aprendizagem durante o ano letivo, visando aplicar melhorias para o ano seguinte. Sim, estamos falando de uma etapa que se inicia com antecedência nas instituições de ensino.

Por que essa prática é importante? É a partir dela que: metas da escola são acompanhadas e avaliadas; desempenhos abaixo do esperado são facilmente identificados; necessidades da escola são levantadas; e boas práticas são aplicadas para possíveis melhorias.

Em outras palavras, é como fazer uma raio-X do panorama pedagógico, diagnosticar problemas e casos de sucesso, discutir meios de aprimoramento, estabelecer novas metas e estratégias, e criar a programação para a próxima temporada.

Embora o conceito seja simples, a tarefa requer bastante esforço mútuo, o que muitas vezes leva a equipe a ter dificuldades em seguir os planos. Por isso, listamos as 3 melhores práticas para o seu planejamento pedagógico. Confira!

1. Integre todos os envolvidos no processo de aprendizagem

Um dos papéis mais importantes do gestor é promover o engajamento por parte de todos aqueles que influenciam no processo de aprendizagem. Portanto, o planejamento pedagógico oferece um ambiente propício para juntar todos à mesa e debater as principais questões.

Quando o planejamento é construído coletivamente, o gestor ganha uma oportunidade valiosa para colocar em pauta suas ideias e concepções. Por quê? Simples: uma equipe de especialistas na área pode ajudar a viabilizar o plano, seja contribuindo com sugestões, seja propondo ajustes.

Powered by Rock Convert

2. Incentive o corpo docente a propor soluções

Você confia no potencial dos professores que atuam na sua escola, não é mesmo? Então considere o planejamento pedagógico o momento ideal para que esses talentos participem do futuro da instituição e, ao mesmo tempo, evoluam como profissionais de ensino.

Na medida em que o corpo docente se sente motivado e com autonomia para buscar soluções, os alunos são ainda mais beneficiados devido ao fato de que o professor é a pessoa que conhece eles a fundo. Ou seja, as metodologias propostas sempre terão como objetivo explorar o potencial e, também, suprimir as dificuldades individuais.

3. Revise o planejamento com frequência

Agora, queremos propor a você um momento de reflexão. Convite aceito? Então vamos lá: quando a gente se dedica a planejar algo para a vida pessoal, como economizar dinheiro para comprar um certo produto ou fazer uma viagem durante as férias, o que fazemos a cada mês ou semana que passa? Avaliamos o progresso, certo?

Com o planejamento pedagógico o acompanhamento não deve ser diferente. Afinal todas as ações estão sujeitas a falhas, da mesma forma que mudanças vêm a calhar no meio do caminho, logo não é interessante para a escola seguir o plano rígida e inflexivelmente.

Isso ajuda a evitar, por exemplo, que uma ação ou metodologia ineficaz seja colocada em prática durante o ano todo, em vez de revisar a questão e desenvolver uma ideia que possa surtir efeito nos meses que ainda restam. Por isso a revisão no segundo semestre é uma boa oportunidade para otimizar o planejamento pedagógico.

Aproveitando que o assunto aqui é planejamento, continue sua leitura e saiba, agora, o que é e quais são as vantagens do planejamento estratégico escolar!